Loading

Santos Casais da Ferreira

policiario2016@gmail.com

DIÁLOGO


Pergunta a Espada de Dâmocles à comadre Caixa de Pandora:


—Por onde tem andado comadre, que tão bom corpo tem criado?


—Sabe comadre espada? Tenho andado nas bocas do mundo.


—Ah! Sim?


—Eu canto:

O mar alto! Oh mar alto!

O mar alto sem ter fundo

Mais vale andar no mar alto

Do que nas bocas do mundo.


—Eu tenho uma vantagem,( diz a Espada,) que não sei se poderei

partilhar consigo.. É, comadre, o terror que causo ao aproximar-me de qualquer pescoço,não há vivalma que não se borre.


— Coitada da sua pituitária, comadre. Que aflição permanente.

Como contorna esse problema?


— Com molas de prender roupa!


— Compreendo porque tem o nariz tão arruinado.


A espada e a caixa, entreolharam-se um segundo longo,

e pensaram que o melhor era ir beber uma mini,

para ajudar a seleção a ganhar o Mundial.


Santos Casais da Ferreira